sábado, 31 de dezembro de 2011


16

 

 

 *Ano novo!*

Claro que a vida prega peças.

O bolo não cresce,o pneu fura,chove demais...

Mas, pensa só: Tem graça viver sem rir de gargalhar, pelo menos uma vez ao dia?
Tem sentido estragar o dia por causa de uma discussão na ida pro trabalho?

Eu quero viver bem... e você?
2011 foi um ano cheio.Foi cheio de coisas boas, mas também de problemas e desilusões.

Normal...
Às vezes, se espera demais.
A grana que não veio, o amigo que decepcionou, o amor que acabou.
Normal...
2012 não vai ser diferente.
Muda o século, o milênio muda, mas o homem é cheio de imperfeições, a natureza tem sua personalidade que nem sempre é a que a gente deseja, mas, e aí?Fazer o quê?
Acabar com o seu dia? Com seu bom humor? Com sua esperança?

O que eu desejo para todos nós é sabedoria.
E que todos nós saibamos transformar tudo em uma boa experiência.
O nosso desejo não se realizou?
Beleza...Não estava na hora, não deveria ser a melhor coisa para esse momento (me lembro sempre de uma frase que   ouvi e adoro:
   "Cuidado com seus desejos, eles podem se tornar realidade").
Chorar de dor, de solidão, de tristeza, faz parte do ser humano...
Mas, se a gente se entende e permite olhar o outro e o mundo com generosidade, as coisas ficam diferentes.

Desejo para todo mundo esse olhar especial!
2012 pode ser um ano especial, se nosso olhar for diferente.
Pode ser muito legal, se entendermos nossas fragilidades e egoísmos e dermos a volta nisso.
Somos fracos, mas podemos melhorar.
Somos egoístas, mas podemos entender o outro.
2012 pode ser o bicho, o máximo, maravilhoso, lindo, especial!
Depende de mim... de você.
Pode ser... e que seja!

(Arnaldo Jabor)




Na próxima postagem, minhas artes vendidas no Natal.  

Bjs.

 

 

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011


0

Gostar é tão fácil que ninguém aceita aprender…

 

 

Talvez seja tão simples, tolo e natural que você nunca tenha parado para pensar: aprenda a fazer bonito o seu amor.
Ou fazer o seu amor ser ou ficar bonito.
Aprenda, apenas, a tão difícil arte de amar bonito.
Amores que são verdadeiros, eternos e descomunais. ..
De repente, se percebeu ameaçados apenas e tão somente porque não sabem ser bonitos: cobram, exigem, rotinizam, descuidam, reclamam, deixam de compreender, necessitam mais do que oferecem, precisam mais do que atendem, enchem- se de razões. Sim, de razões.
Ter razão é o maior perigo no amor.
Não querer ter razão é um perigo… Em geral, enfeia o amor, pois é invocado com justiça, mas na hora errada.
Amar bonito é saber a hora de ter razão.
Ponha a mão na consciência.
Você tem certeza que está fazendo o seu amor bonito?
De que está tirando do gesto, da ação, da reação, do olhar, da saudade, da alegria do encontro, da dor do desencontro, a maior beleza possível?
Talvez não.
Não tema o romantismo.
Derrube as cercas da opinião alheia.
Faça coroas de margaridas e enfeite a cabeça de quem você ama.
Adie sempre, se possível com beijos, aquela conversa importante que precisa ter, arquive, se possível, as reclamações pela pouca atenção recebida.
Quem ama feio não sabe que pouca atenção pode ser toda atenção possível.
Quem ama bonito não gasta o tempo dessa atenção cobrando a que deixou de ter.
Não teorize sobre o amor, ame.
Siga o destino dos sentimentos aqui e agora.
Não tenha medo exatamente de tudo o que você teme, como a sinceridade, não dar certo, depois vir a sofrer (sofrerá de qualquer jeito), abrir o coração, contar a verdade do tamanho do amor que sente.
Jogue pro alto todas as jogadas, golpes, espertezas.
Seja apenas você no auge de sua emoção e carência, exatamente aquele você que a vida impede de ser.
Não tenha medo de dizer, eu quero, eu gosto, eu estou com vontade!
Talvez aí você consiga fazer o seu amor bonito!
Se o amor existe, seu conteúdo já é manifesto.
Cuide agora da forma.
Cuide do cuidado.
Cuide do carinho.
Cuide de você.
Ame-se o suficiente para ser capaz de gostar do amor e, só assim, poder começar a tentar fazer o outro feliz.
Artur da Távola

 

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011


12
Olá meninas !

Através desse cantinho, conheci muitas pessoas legais, bacanas mesmo.
Mas tem uma que é muito especial pra mim.  
É a Ilca. Uma pessoa maravilhosa, corajosa,quanta fé e quanto amor , naquele coração imenso.
Ela me inspira, me fortalece.
O texto abaixo, é do seu blog, Thais Albuquerque in memoriam.   
Espero que gostem e reflitam.

Paz e harmonia para todos.





Abrindo a janela




Em muitos momentos da vida, almejamos que o sol ilumine nossos passos.
Porém, quantas vezes, esquecemos de abrir a janela, permitindo que ele entre?
Nos perdemos nas reclamações ou apenas ficamos esperando por dias melhores, sem no entanto, dar o primeiro passo.

Se desejamos que algo mude, não adianta ficar de braços cruzados a espera de um milagre, é preciso arregaçar as mangas e ir adiante .
Vencer o medo que nos paralisa e prosseguir, descobrindo que esse medo que acreditávamos ser tão forte, se perdeu pelo caminho.
Devemos parar de fugir dos desafios, como se não fôssemos capazes de superá-los.

Se queremos que a luz chegue até nós, precisamos abrir as portas da nossa alma e deixar que ela penetre.
Se queremos mudanças em nossa vida, passemos a cultivar o terreno, só assim, ele produzirá os frutos que almejamos.
Não acreditemos que somos incapazes de realizar as tranformações que se fazem necessárias, talvez leve tempo, mas o importante é jamais desistir de caminhar, dando um passo de cada vez.

Cada um de nós possui um talento a ser utilizado, não deixemos que ele enferruje, valorizemos nossas conquistas, nos empenhemos a combater as nossas fraquezas, tendo a consciência de que não iremos vencê-las de uma hora pra outra, porém, façamos o melhor que pudermos.
Se almejamos por dias melhores, façamos a nossa higiene espiritual, quantos sentimentos nocivos não estão guardados, apenas nos atrapalhando nessa jornada.

Não nos deixemos abalar com as quedas sofridas, levantemos confiantes e mais confiantes ainda, sigamos nossos caminhos.
Se a tristeza nos incomoda, façamos algo para que ela vá embora, ficar apenas desejando que as coisas melhorem, sem realizar algo em prol disso, não resolverá a situação.
Sonhar que o sorriso retorne, mas viver em lágrimas, também não ajudará em nada.

Muitos dirão que os sofrimentos que enfrentam é maior que suas próprias forças e nada podem fazer para sair dessa situação.
Porém, todos somos capazes sim, basta acreditar e buscar a luz que há dentro de cada um de nós.

O Pai jamais nos colocaria frente a uma prova, se não pudéssemos enfrentá-la. Ele não quer que vivamos em sofrimento, espera que compreendamos a lição, que possamos evoluir espiritualmente e continuar o caminho que o Seu filho nos deixou.
E para isso, basta que abandonemos o papel de vítimas ou algozes de nós mesmos e compreendamos que somos capazes de muito realizar, não estamos aqui apenas a passeio ou para sofrer, viemos para evoluir, precisamos seguir em frente e sem medo do que iremos encontrar.

Não basta apenas clamar aos céus que nos console, precisamos caminhar em direção a cura que almejamos.
Precisamos batalhar pela nossa reforma íntima a todo instante. Substituir o desânimo que nos envolve pela esperança. Enfraquecer a angústia com o poder da fé.
Não deixar que as adversidades do dia a dia nos convençam a desistir. Acreditar em nosso potencial, porque só quando realmente acreditamos, poderemos usá-lo.

Seguir o Evangelho de Jesus, não apenas através das palavras, mas também com ações. Confiar que não estamos sozinhos.

E abrir a nossa janela para que o sol adentre.

Porque só assim, ele poderá iluminar nossa vida...


Sonia Carvalho - do livro "E a vida se renova".

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Adorei a visita !!


"A maior caridade que praticamos em relação à Doutrina Espírita é a sua divulgação."
(Emmanuel)
Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende. Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir."

Cora Coralina