terça-feira, 1 de maio de 2012


5
Olá meninas!

Andei sumida porque meu Anjo (Maridão) tá dodói . Mas com a graça de Deus, espero que ele melhore e fique bom de vez, e volte a ser o homem cheio de vida e alegria que sempre foi.

Hoje vou postar uma poesia do meu querido Drummond, e ela é dedicada a uma pessoa especial e muito amada.
Maria Sonia ( Sapekinha's Artesanato em EVA) , esta é especialmente para vc.



ALMAS PERFUMADAS

      


 Tem gente que tem cheiro
de passarinho quando canta,
de sol quando acorda,
de flor quando ri.
Ao lado delas,
a gente se sente no balanço de uma rede
que dança gostoso numa tarde grande,
sem relógio e sem agenda.
Ao lado delas,
a gente se sente comendo pipoca na praça,
lambuzando o queixo de sorvete,
melando os dedos com algodão doce
da cor mais doce que tem pra escolher.
O tempo é outro.
E a vida fica com a cara que ela tem de verdade,
mas que a gente desaprende de ver.
Tem gente que tem cheiro
de colo de Deus,
de banho de mar
quando a água é quente e o céu é azul.
Ao lado delas,
a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis.
Ao lado delas,
a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo,
sonhando a maior tolice do mundo
com o gozo de quem não liga pra isso.
Ao lado delas,
pode ser abril,
mas parece manhã de Natal,
do tempo em que a gente acordava
e encontrava o presente do Papai Noel.
Tem gente que tem cheiro
das estrelas que Deus acendeu no céu
e daquelas que conseguimos acender na Terra.
Ao lado delas,
a gente não acha que o amor é possível,
a gente tem certeza.
Ao lado delas,
a gente se sente visitando um lugar feito de alegria,
recebendo um buquê de carinhos,
abraçando um filhote de urso panda,
tocando com os olhos os olhos da paz.
Ao lado delas,
saboreamos a delícia do toque suave
que sua presença sopra no nosso coração.
Tem gente que tem cheiro
de cafuné sem pressa,
do brinquedo que a gente não largava,
do acalanto que o silêncio canta,
de passeio no jardim.
Ao lado delas,
a gente percebe que a sensualidade
é um perfume que vem de dentro
e que a atração que realmente nos move
não passa só pelo corpo.
Corre em outras veias.
Pulsa em outro lugar.
Ao lado delas,
a gente lembra que no instante em que rimos
Deus está conosco, juntinho, ao nosso lado.
E a gente ri grande que nem menino arteiro.
Tem gente como você,
que nem percebe como tem a alma perfumada
e que esse perfume é dom de Deus.
                                     Carlos Drummond de Andrade

5 comentários:

Fuchic - artesanato com tecidos disse...

Rita!
Melhoras pro seu marido... que tudo volte à normalidade o mais breve possível!
Também gostei da festinha... ficou fofa e os docinhos bem gostosos! nhammmm
*beijocas*

kakal diias disse...

liindinho seu blog, visita o meu http://cheiiadecharmee.blogspot.com.br/

Eunice Maria disse...

Oi, Rita! Linda a sua homenagem para a Maria Sônia. Ela é realmente uma pessoa especialíssima! É como diz a poesia de Drummond, uma pessoa de alma perfumada. Um ótimo feriado e beijo, Eunice Maria.

http://efacilserfelizartesanais.blogspot.com/
efacilserfeliz.artesanais@gmail.com

mel e jasmim disse...

Olá Ritinha ,
já tinhamos saúdades, agora compreendemos a ausênsia. Desejamos as melhoras para o seu amor.
Muito lindo este poema e louvamos a homenagem que faz á sua amiga. Tem gente que gosta da Rita e se sente muito feliz por fazer parte da sua vida... nós.
Um beijinho enorme,
mel e jasmim

Regina disse...

Olá Rita querida, tudo bem?

Espero que o seu marido esteja bem melhor.

Adorei as flores e a poesia que voce ofereceu a sua amiga, é maravilhosa.

um bom restinho de semana

um beijo carinhoso

Regina Célia

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Adorei a visita !!


"A maior caridade que praticamos em relação à Doutrina Espírita é a sua divulgação."
(Emmanuel)
Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende. Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir."

Cora Coralina